quinta-feira, 1 de março de 2012

Bicicleta nas BARCAS Rio/Niterói de graça!

Houve uma boa divulgação nas redes sociais e nas listas de discussão sobre a inauguração do bicicletário na Praça XV, no Rio de Janeiro.

Na ocasião da inauguração, pessoas envolvidas com o universo das bikes estavam lá e o companheiro Arlindo Pereira mandou para nós um relato resumo de tudo que aconteceu.

A parte que cito aqui é a que fala sobre as Barcas (Publicado com a devida autorização dele):

"Falando sobre as Barcas, mais especificamente sobre as bicicletas nas barcas, antes do bicicletário: na primeira entrevista, o secretário de transporte Julio Lopes disse estar fazendo um acordo com as Barcas S/A permitindo, em breve (não deu prazos):

1) Embarque gratuito de bicicletas (normais, não dobráveis) fora do horário de pico (de 11h às 16h, não me lembro dele ter comentado sobre o horário noturno);
2) Embarque gratuito de bicicletas (normais, não dobráveis) no horário de pico no sentido de contra-fluxo, isto é, Rio-Niterói de manhã e Niterói-Rio à tarde."


Estou fazendo esta introdução para falar sobre uma coisa boa que aconteceu hoje, nas Barcas, sentido Rio Niterói em meu trajeto diário para o trabalho:

Ao me levantar para o desembarque vi um conjunto de bicicletas aglomeradas (umas 12). Descobri que eram turistas alemães guiados pela turma da Terra Brasilis.

Fotos do grupo reunido hoje nas Barcas:




Me aproximei, assuntei e perguntei se haviam pago para atravessá-las, pois tinha ouvido falar que talvez a partir de hoje elas já não pagariam.

A Silvia - responsável pelo grupo - disse que houve uma confusão: ela foi direto pagar, mas ao passar com as magrelas foi abordada pelo Júlio Lopes (!!!!!) (Secretário de Transportes do RJ), perguntando se ela pagou pelas bikes, pois a partir de hoje as Barcas já não poderiam cobrar por elas em algumas circunstâncias (baseado no acordo citado acima).
Na confusão ela disse que não sabia, havia dúvida ainda nos funcionários e - segundo ela - foi ressarcida pelo dinheiro gasto.

Ao sair da Barca, mais novidades: um grupo de pessoas filmando e fotografando, todos foram abordados - inclusive eu - um deles pediu para fazer fotos comigo.

Perguntei o que era aquilo, eles informaram que eram da secretaria de transporte, que o Júlio Lopes falou com eles do grupo que chegava e queria fotografá-los para oficializar a não cobrança das bicicletas no contra-fluxo do horário de Rush (exatamente como o Arlindo narrou acima).

Portanto, agora é oficial: As bicicletas não pagam mais fora do horário de pico nem nos horários de pico em fluxo contrário. Isso vale para as bicicletas "normais", pois as dobráveis já não pagavam mesmo.

Eu preciso fazer muito alarde sobre isso, pois - além de já ter reclamado muito desta cobrança em todos os lugares, esta é uma briga longa e antiga de muita gente envolvida com as bikes.

Enfim, Vitória! Feliz Vitória das Bicicletas!

Bem, se alguém for cobrado, é por falta de informação de algum funcionário, não deixem passar, informem da mudança e não vamos mais pagar!

Vamos divulgar e usar!

Este post segue em tom de comemoração!

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Gostaria que voce me ajudasse numa situação, frequento o seu blog a um tempo e gosto do que comenta, e por isso vim até aqui.
    a minha bicicleta acabou de ser roubada no bicicletário da praça xv. deixei pela manha, fui a faculdade em niterói e quando voltei, ela nao estava lá. gostaria que vce fizesse um post, alertando a galera, de que o bicicletario nao é seguro como imaginávamos, os policiais, quando os abordei, disseram que nao era o problema deles, posi nao podiam estar em varios lugares ao mesmo tempo.
    voce como ciclista urbano, acredito que entenda minha situação, obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabi,

      Eu também já tive bicicleta roubada e fiquei indignado que os seguranças e policias por perto não fizeram nada.
      É triste mas é a nossa realidade.
      Mas não se engane, lá não é necessariamente inseguro, tudo depende muito de nossa forma de prender as bikes, muitas vezes nossas trancas são tão simples que s~çao verdadeiros "convites" ao furto.
      Aprendi então a ser mais prático e proativo: aprender a prender a bicicleta de verdade!

      Tem um artigo aqui no blog falando sobre isso.
      Se quiser pode também registrar o roubo no site bicicletasroubadas.com.br.

      Enfim, é muito chato, mas temos que aprender com nossos erros. Não o cometa de novo, ok?

      Desejo boa sorte, se precisar de ajuda sobre as trancas é só falar!

      []s

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...